17/10/2018

O Jornal Edições Anteriores Mídia Kit Fale Conosco

17/10/2018

Sítio da Ressaca e seu valor histórico em São Paulo

Publicado em 17/05/2018

Embora a área da casa do Sítio da Ressaca permanece concentrada no centro do Jabaquara, próximo à estação, muitos moradores passam despercebidos pelo local.

 

 

Embora a área da casa do Sítio da Ressaca permanece concentrada no centro do Jabaquara, próximo à estação, muitos moradores passam despercebidos pelo local. A casa de estilo bandeirista é um rico lugar que traz diversas marcas de pessoas, que em algum momento passaram por lá, muitos foram donos e outros foram aqueles que procuravam abrigo para fugir da escravidão. Diante de abundantes histórias durante seus 299 anos, a casa atualmente possui paredes frágeis, algumas com apoio de madeiras para se manter no local e preservar características da época.

A casa é um local ideal para quem visa conhecer um pouco mais da história do distrito do Jabaquara, já que é o local pioneiro do loteamento da área. Localizado próximo ao metrô Jabaquara, o Sítio da Ressaca, torna-se um ambiente de fácil acesso para quem deseja visita-lo durante o dia. ao entorno da casa há muitas árvores que torna o ambiente agradável e calmo como também divide a área com Centro de Culturas Negras do Jabaquara.

A visita ao local é recomendada para pessoas de todas as idades, desde estudantes para explorar a área em busca de conhecimento, como também para pessoas de mais idade que buscam um lugar calmo para passar o fim da tarde. Aos arredores da área, há muitos edifícios de moradias, avenidas com fluxo intenso de automóveis. Por conta dessas dentre outros fatores, o local é despercebido por alguns moradores que passam por perto.

Diante de tanta história, o local foi reconhecido somente no século XX, pelo seu valor histórico na cidade de São Paulo, transformando como parte do patrimônio público, assim como as demais casas do mesmo estilo arquitetônico. O tombamento ocorreu em 1972 pelo Condephaat e pelo Conpresp em 1991. Acompanhe mais assuntos sobre o Sítio da Ressaca na próxima edição.

 

FECHAR

 
Publicidade