12/12/2018

O Jornal Edições Anteriores Mídia Kit Fale Conosco

12/12/2018

O estilo bandeirista na casa do Sítio da Ressaca

Publicado em 22/04/2018

A Casa do Sítio da Ressaca é conhecida como seu projeto arquitetônico no estilo bandeirista, embora possua este nome, há algumas diferenças das demais casas da cidade que também são denominadas

A Casa do Sítio da Ressaca é conhecida como seu projeto arquitetônico no estilo bandeirista, embora possua este nome, há algumas diferenças das demais casas da cidade que também são denominadas como estilo bandeirista. Existe a assimetria na planta da residência, na fachada há um alpendre não centralizado, que se diferencia das demais casas nesse estilo, assim como o telhado de duas águas.
O termo arquitetura bandeirista designa a residências construídas em sítios e fazendas em terrenos paulistanos entre os séculos XVII e XVIII que ocorreu no período colonial, como a casa do Sítio da Ressaca, onde pode observar inscrições do século XVIII em algumas de suas telhas, ainda originais. Nessa arquitetura as plantas são simples, quadradas ou retângulas, possui dois cômodos, também há o quarto de hóspedes e uma capela que é possível observar no interior da casa.
 Assim como a Casa do Sítio da Ressaca, existem outras residências que permaneceram com a arquitetura bandeirista, como a Casa do Sítio Tatuapé e Casa do Sertanista que fica localizado no bairro Caxingui.  A taipa de pilão, de origem árabe, foi a técnica empregada para construir a casa do sítio assim como os outros do estilo bandeirista. A construção a partir desse método reside no uso de matérias-primas cruas como: cascalho, giz, terra ou cal.
 As formas e os pilões servem para compactar a massa consistente de barro, além disso serve para criar o formato e a resistência necessária para a construção. Usando esta técnica é possível garantir maior sustentabilidade durante a obra. Esse estilo arquitetônico caracterizou o estilo de obra daquela época, e que hoje, ainda é possível encontrar casas em estilo bandeirista em alguns bairros paulista, como o Sítio da Ressaca, no distrito do Jabaquara. Acompanhe mais histórias da casa na próxima edição.
 

FECHAR

 
Publicidade