26/05/2019

O Jornal Edições Anteriores Mídia Kit Fale Conosco

26/05/2019

Piscinão da Alvares Fagundes continua dando problemas aos moradores

Publicado em 09/05/2019

Com a entrega feita pela Prefeitura de São Paulo, por meio da Secretaria Municipal de Infraestrutura Urbana e Obras (SIURB), no dia 21 de dezembro de 2018, os moradores do entorno do piscinão RCO1 d

Com a entrega feita pela Prefeitura de São Paulo, por meio da Secretaria Municipal de Infraestrutura Urbana e Obras (SIURB), no dia 21 de dezembro de 2018, os moradores do entorno do piscinão RCO1 do Córrego do Cordeiro, em Americanópolis, acreditavam não ter mais problemas. Porém nas primeiras chuvas do verão de 2019, uma parte da contenção do córrego desabou levando tudo para dentro do mesmo.

A indignação dos moradores é a forma que o serviço foi feito, após o desabamento. “Eu nunca vi fazer um serviço de contenção desse jeito, onde está desbarrancando tudo usar saco de náilon cheio de terra para a contenção? E ainda deixando o poste que virou deitado no meio dos sacos, anulando o poste de luz, que não vai ter mais, por conta dessa obra? A SIURB em resposta quando estive lá pessoalmente disse que a construtora faria a manutenção, pois, a obra tem 5 anos de garantia, e essa é a obra concluída? Na primeira chuva tudo isso vai de novo para o córrego” declarou o morador João Batista que segundo ele é cobrado pelos seus vizinhos, porque foi ele quem acompanhou a obra desde seu início e a frente representando toda a comunidade.

A construção do reservatório da rua Álvares Fagundes foi anunciada em 2013. Além deste piscinão, seria construído mais cinco em toda a bacia do Córrego do Cordeiro, que tem 10 quilômetros de extensão. A previsão de entrega era junho de 2015.

Em dezembro de 2014 foi anunciada em reunião com os moradores a emissão da posse do terreno para a construção do piscinão RCO 1, que teria início em janeiro de 2015. Com a paralização por conta de documentos a prefeitura deu início nos piscinões RCO2, localizado entre as ruas Antônio de Pinho de Azevedo, Rodrigues de Montemor, e avenida Cupecê; e as obras do piscinão RCO3, localizado na Praça Aristides de Souza Mendes, entre a rua Juan de La Cruz e a avenida Cupecê todos já entregues.

A preocupação dos moradores é terem novamente suas casas com enchentes e agora por conta de obra mal construída. Fica na responsabilidade da Secretaria Municipal de Infraestrutura Urbana e Obras (SIURB), dar um retorno aos seus munícipes.

FECHAR

 
Publicidade